A biblioteca está aberta!

Nenhum conhecimento é proibido. Pergunte o que quiser. – Lema dos devotos de Tanna-Toh

Seja bem vindo aquele que busca conhecimento!

Criei este site para compartilhar as minhas ideias sobre o mundo de Arton. Se você sabe sobre o que eu estou falando, pode pular o FAQ. Se não souber, dá uma lida aqui embaixo.

O que é Arton?

É um continente no mundo de Tormenta.

O que é Tormenta?

É o cenário de RPG mais jogado no Brasil.

O que é RPG?

É um jogo de interpretação de personagens. Mais informações aqui.

O que eu preciso para jogar RPG?

Todos os livros sobre Tormenta são vendidos na loja da Jambô Editora.

Agora que tiramos as introduções do caminho, permitam que eu compartilhe uma breve história e os meus planos para este site.

Minha vida com a Tormenta

Conheço o cenário de Tormenta desde antes de se tornar um cenário, lá nos primórdios da Dragão Brasil. Acompanhei toda a evolução deste mundo, a criação do Reinado, passando pela trilogia e pela atualização mais recente.

Justamente por ter acompanhado quando cada adição foi feita, pude absorver muita informação sobre cada cantinho deste continente. Passei muitas horas da minha vida lendo sobre as características de cada reino, a personalidade de cada deus, as centenas de ganchos soltos em cada esquina.

Ao mesmo tempo em que lia este vasto material, brotavam em minha cabeça ideias de aventuras épicas, de encontros interessantes e de desafios inesperados. Era tanto material gerando tantas idéias ao longo de tantos anos, que não existe a menor possibilidade de eu conseguir aproveitar tudo isso nas campanhas que eu mestro. Muito conhecimento foi perdido. Não mais.

A missão da Biblioteca Rubra

Como a sábia Tanna-Toh nos ensina, todo conhecimento é válido e deve ser compartilhado.

Decidi criar este site para compartilhar as minhas observações sobre detalhes específicos do mundo de Arton. Focarei muito em história e quase nada em regras. Assim, fique à vontade para aproveitar qualquer material da maneira que achar mais interessante.

Inicialmente, organizarei o meu conteúdo em duas séries fixas quinzenais alternadas. Assim, posso garantir ao menos um post por semana. Ainda não determinei o dia certo para estas postagens. Ajustarei isto com a minha rotina pessoal e tentarei ser mais regrado assim que possível.

Um mundo a ser explorado.

A primeira série discutirá os reinos que fazem parte do Reinado (e do Império de Tauron; e da Liga Independente). Pretendo explorar ideias que tenho sobre como utilizar cada localização em campanha de forma a gerar uma imersão mais completa nos jogadores. Criando uma sensação mais realista sobre as diferenças de cultura, de clima, de história e de religião de cada localidade. Gerando um mundo mais vivo e divertido de se explorar.

Evitarei fortemente qualquer spoiler sobre os eventos da trilogia e das diversas HQs que se passam em Arton. Sempre que for relevante, discutirei diferenças no status quo de cada reino em função das Guerras Táuricas. (Nas minhas mesas de jogo ainda temos um Reinado unido sob o Rei-Imperador Thormy.

Um mundo a ser adorado.

A segunda série que pretendo publicar falará sobre os personagens mais carismáticos e interessantes de Tormenta, os vinte deuses do Panteão. Meu objetivo é discutir como as crenças e dogmas de cada deus afeta o plano material e como melhor utilizar os devotos em campanha, seja como personagens jogadores, como aliados ou como adversários. Tentarei ir muito além do clichê simplicado e estereotípico padrão.

Nesta parte será muito difícil evitar spoilers sobre os acontecimentos da trilogia. Principalmente quando falamos do Panteão atual do cenário e de uma certa mudança. Deixarei estes deuses mais polêmicos para o final. Então se você ainda não leu esta grande obra da literatura nacional, clique aqui, aqui e aqui que ainda dá tempo!

Um mundo a ser vivido.

Por fim, darei vazão ao meu escritor interior e publicarei contos com muita, pouca ou nenhuma associação ao cenário. Também criarei um diário de campanha sobre as minhas mesas de jogo. Nenhum destes textos terá frequência definida, seguirei a minha inspiração e as conturbadas agendas dos meus jogadores.

A Biblioteca Rubra não exige taxa de associação.

É isto por enquanto. Esperem a primeira publicação para os próximos dias. Peço que compartilhem ideias e sugestões para deixarmos esta biblioteca ainda mais completa. Helladarion agradece!

Imagem de takmaj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s